O atraso na entrega de uma encomenda consiste numa falha a nível da logística da empresa, que acaba por demorar a concluir um serviço que tinha uma data limite para ser executado.
Trata-se de um problema para a imagem da empresa, que tem o seu compromisso com o atendimento ao cliente seriamente afetado. Sendo, por isso, algo a ser evitado pelas empresas.
Os clientes que passam por problemas como o atraso na entrega de um produto têm o direito de registar queixa e recorrer à empresa, a fim de serem recompensados pelos eventuais danos causados.
Explicamos o que deve fazer quando perceber que houve um atraso na entrega dos correios.

O que fazer quando há atraso na entrega de correios ou encomendas

O atraso dos correios é infelizmente uma realidade ainda bastante comum em alguns países e em certas empresas de logística.
Por isso mesmo, aconselha-se aos clientes ter um bom planeamento dos próprios prazos e fazer as encomendas com certa antecedência.

De todas as formas, quando há atraso na entrega dos correios, os clientes devem entrar em contacto com a empresa imediatamente de modo a perceber a gravidade da situação e encontrar uma solução para o problema.

No caso do CTT em Portugal, solicita-se que a reclamação seja feita em até 30 dias a contar da data na qual a mercadoria deveria ter sido entregue. De seguida, o cliente tem outros 30 dias para apresentar toda a documentação relevante sobre a mercadoria.

Quando a entrega do documento passa por processos de envio internacionais que não sejam de competência do CTT, o mesmo não se responsabiliza por atrasos ou danos à mercadoria.

De todas as formas, caso a solução apresentada pela empresa não vá ao encontro das expetativas do cliente, este deve recorrer a uma entidade de proteção dos direitos do consumidor e registar queixa.

Em Portugal, a Deco Proteste é a entidade responsável por defender os direitos do consumidor e mediar os conflitos entre os mesmos e as empresas contratadas.

« Back to Glossary Index

Sendiroo Blog