Uma boa logística deve ter como base uma metodologia de trabalho apurada e bem estruturada, que contemple todas as etapas do serviço. 

Nesse sentido, é preciso ter conhecimento de todas as informações sobre os produtos ou serviços em questão, de modo a oferecer um serviço diferenciado para os clientes.

Estas informações estão frequentemente contidas num documento intitulado “lista de embalagens”. Esta lista contém informações detalhadas dos itens contidos em determinada embalagem, caixa, palete ou contentor  para posterior expedição ao cliente. 

Entre os detalhes contemplados nesta lista, destacamos a descrição dos itens, códigos de barra do cliente, quantidade expedida, entre outras informações dos itens expedidos.

Como fazer uma lista de embalagens

O setor de logística está a tornar-se cada vez mais robusto e especializado, dado que a expansão dos e-commerces tem como base a prestação de serviços de logística eficientes para cada vez mais clientes.

Nesse sentido, há mais e mais ferramentas de logística disponíveis no mercado cujo objetivo é auxiliar na organização de todo o processo logístico, inclusive o de elaboração da lista de embalagens. 

As planilhas de Excel são antigas aliadas dos departamentos de logística e que inspiraram outras ferramentas mais modernas, integradas e funcionais para este setor.

No entanto, os princípios para a elaboração de uma lista de embalagens mantêm-se os mesmos; o que varia são as metodologias.

Para fazer uma lista de embalagens, vai precisar de coletar informações do tipo:

  • Quantidade de embalagens: como forma de organizar a carga do meio de transporte e a jornada de trabalho da equipa;
  • Tipo de embalagem: palete, contentor, caixa etc.;
  • Descrição do produto: peso, medidas, tipo;
  • Código de barras: que identifica o produto e o cliente, além de permitir o rastreio do produto ou serviço durante a etapa da entrega;
  • Lista de documentos legais: alguns objetos precisam de permissão aduaneira ou qualquer outra modalidade de permissão legal para o seu transporte. É preciso tê-los em mãos para facilitar o processo de logística.
« Back to Glossary Index

Sendiroo Blog