Atualmente, o Picking é um dos termos mais populares na área da gestão de projetos logísticos, dada a sua importância na manutenção dos níveis de produtividade na cadeia de abastecimento. Por conseguinte, é essencial não só saber o que é o Picking, mas também como pode ser otimizado para obter melhores resultados.

O que é Picking?

O Picking é um termo utilizado no mundo da gestão de projetos logísticos que significa o processo de separação e preparação dos pedidos para que a encomenda chegue corretamente até o cliente. Pode ser realizado em quase qualquer tipo de armazém e ocorre sempre que os produtos, peças, pacotes ou materiais precisam ser colocados juntos para depois efetuar seu translado. 

Nos sistemas de gestão para lojas virtuais, o Picking está vinculado com a separação de todos os produtos vendidos que serão enviados. O Picking e a manipulação de cargas unitárias estão vinculadas ao ciclo de reposição de stock e ao processo de expedição de encomendas preparadas.

Picking e Packing, diferenças

O picking e o packing tornaram-se dois anglicismos amplamente utilizados para definir determinados processos, pelo que conhecer o seu significado e as diferenças que existem entre um e outro é essencial para que os processos logísticos sejam realizados da melhor forma. Por esta razão, vamos agora explicar a diferença entre o picking e o packing, bem como as relações e características que existem entre os dois conceitos.

Embora sejam processos diferentes, são complementares, uma vez que o Picking é responsável, em primeiro lugar, pela preparação e organização da encomenda para que o Packing possa posteriormente realizar o processo de embalagem do produto.

É usual ver estas tarefas divididas entre operadores encarregados do Picking e outros encarregados do Packing, para que o ciclo de preparação de encomendas não pare em momento algum e seja o mais eficiente possível.

« Back to Glossary Index

Sendiroo Blog